Mês: julho 2010

O Olhavê

São Paulo, 2010 Caros leitores. Quem acompanha o Olhavê deve está notando que o fluxo de postagem por aqui está menor. Como a audiência se mantém constante, os seguidores no Twitter e Facebook aumentam a cada dia, os seguidores de RSS também… Fico na responsabilidade de esclarecer algumas coisas. Como muitos sabem, o Olhavê é feito […]

Leia mais aqui...

O Fotógrafo 3

“É hora de cobrir a lente e se despir da máquina que prende o fotógrafo com uma corda que, se não é umbilical, é memorial. Nos despedimos de Didier Lefèvre mais de três anos depois de sua morte, em janeiro de 2007. Lefèvre se despede de seu relacionamento com o Afeganistão na edição de O […]

Leia mais aqui...
frida4

A crueza dos vestígios

Quando Frida Kahlo morreu, Diego Rivera, seu marido e também pintor, cerrou o que considerava de mais íntimo na casa onde ela havia nascido e morrido: o banheiro. Tomou assim a dimensão de um não lugar, o relicário estanque, guardado por ordem expressa. Até que um dia, a fotógrafa entrou serenamente. Ela e a câmera fotográfica. Somente as duas. Prontas para romperem a morte.

Leia mais aqui...
severo

Ela sou eu

Essa camada sou eu. A superfície vocifera sempre diante do sol. Inclemente. Lindo, perfeito para brincar. A luz, sempre a luz… Não me toque porque me dói.Talvez, pela ausência. Pelo que precisaria ter para não ser. As camadas são mais subjetivas do que aparentam. Engano achar que são apenas – e tão somente – matéria, algo físico…

Leia mais aqui...

A semana no Fórum Virtual

Foto: Cannon Bernáldes Portfólio da mexicana Cannon Bernáldes por Georgia Quintas, a seção Escoamento com o professor Ronaldo Entler, uma bela entrevista com o curador mexicano Juan Antonio Molina, o amigo Carlos Carvalho (FestFotoPoa) ocupando o Fórum Virtual, resenha do livro Mar del Plata ¿infierno o paraíso?, etc. Não deixe de acompanhar a Web Latina.

Leia mais aqui...