Geral
Deixe um comentário

Da Fotografia, Dos Conceitos – Segundo Recorte

_DSC6542

Fotografias: Acervo do Museu de Arte Moderna Alosísio Magalhães – Mamam, Recife/PE.

Curadoria e expografia: Georgia Quintas.

Local: Museu de Arte Moderna Alosísio Magalhães – Mamam, Recife/PE, 16 de fevereiro a 17 de abril de 2011.

Fotos: Leo Caldas.

Da Fotografia, Dos Conceitos – Segundo Recorte

Este segundo recorte, realizado a partir de pesquisa sobre o acervo de fotografias do Mamam, contempla sete autores: Rosângela Rennó, Paula Trope, Regina de Paula, Vik Muniz, Thiago Rocha-Pitta,  Rivane Neuenschwander e Carlos Mélo. A fotografia, mais uma vez, se revela aqui com contornos e procedimentos de linguagem que colocam o olhar diante de reflexões e ilusões. Situações poéticas esgarçadas, distendidas da semelhança, das certezas do real.

A investigação artística, presente nas obras nesta exposição, encontra convergência acerca do campo amalgamado de questionamento conceitual, do estatuto da imagem e da narração efêmera da documentação. De certo, estas conotações estão abertas e nos ajudam a aprofundar o uso da linguagem fotográfica com expressão profunda do olhar, pelo olhar e, sobretudo, sobre o olhar.

Nesta exposição há a recorrência temática do espaço, do corpo, de territórios simbólicos os quais realizam, através da fotografia, base vigorosa de atuação e problematização. Fotografia como esfera permeável de resignificado de contextos do cotidiano, como também da subjetividade sobre a espacialidade e de sentido de memória, identidade e construção de realidades.

As particularidades autorais se alinham por desvelar o suporte fotográfico como senso de transformação de signos, seja ao fazer artesanalmente a imagem, na supervalorização de escalas, na latência da obra, na técnica do acaso, seja no corpo como mediador da narrativa fotográfica. Neste recorte que o Mamam apresenta em Da Fotografia, Dos Conceitos, o sentido de lugar e presença transparece e permite certo vislumbramento de que a linguagem fotográfica inicia um caminho, mas não o finda.

Georgia Quintas.



Deixe um comentário