Rogério Assis e seus Hipstamatics

Comentários 2

Rogério Assis é um dos caras mais gente-boa que conheço. De sorriso fácil e sincero, conheci Rogério há muito tempo num show de Roberto Carlos… História para outro post. Bem, sempre fui fã dele como fotógrafo e acompanho a sua timeline no Instagram com atenção. Viajando pelo Brasil e pelo mundo, o cara senta o dedo no Hipstamatic.

No mês passado, Rogério expôs no Consulado Geral do Brasil em Cape Town, África do Sul, um material sobre o Brasil. Ele me convidou para fazer o texto de apresentação, que publico abaixo.

Aqui, A foto que eu queria ter feito de Rogério.

rogerio-assis-01

UM PAÍS PULSANTE

De quem conhece bem mas faz questão de nos contar. É com este espírito que o fotógrafo Rogério Assis retrata, documenta e respira os locais por onde passa. Fotojornalista experiente, fotógrafo nato, repórter em sua essência.

Nascido na cidade de Belém, Rogério Assis segue a tradição de bons fotógrafos paraenses. Chega em São Paulo no final dos anos 1980 e faz parte da célebre agência de fotojornalismo Angular. Passa pela Agência Estado e jornal Folha de S. Paulo. Em 2000, foi um dos criadores do Fotosite, portal sobre fotografia que se tornou referência para várias gerações de fotógrafos.

Muitas das imagens vistas nesta exposição circulam pela web, pelo ciberespaço. Este caráter metafísico, transcende e vira físico. Porém, elas (as imagens) já carregam e trazem consigo muita informação e documento. Como afirma o sociólogo André Lemos: “o ciberespaço é, assim, uma entidade real, parte vital da cibercultura planetária que está crescendo sobre os nossos olhos. Ele não é desconectado da realidade, mas um complexificador do real”.

Nesta mostra, Assis nos apresenta aquilo que é mais caro nos dias de hoje para o campo da fotografia: a realidade e a história contada pelo autor. Com uma forte unidade de linguagem, ancorada no formato quadrado e pela cromaticidade do aplicativo Hipstamatic, Assis cria uma narrativa não-linear mas, sobretudo, homogênea e harmonioso de pontos tão distantes. A cidade rural, urbana, próspera, humana. O povo alegre, marcado, trabalhador, religioso. Um Brasil eclético, contrastado. Por vários estados e cidades brasileiras, Rogério Assis tenta – e consegue – mostrar um país pulsante.

Alexandre Belém/Olhavê

rogerio-assis-02

rogerio-assis-03

rogerio-assis-04

rogerio-assis-05

rogerio-assis-06

rogerio-assis-07

rogerio-assis-08

rogerio-assis-09

rogerio-assis-10

rogerio-assis-11

rogerio-assis-12

Comentários 2

  1. Ellen Santos 18/10/2013

    MARAVILHOSA SUA VISÃO DE UM PAÍS QUE NÃO PARA E PULSA VIBRANTE EM BUSCA DO MELHOR PARA SEUS HABITANTES, SEJA ELE DO JEITO QUE CADA UM FAZ, VIDA, ALEGRIA, TRABALHO, LAZER, AMOR E ETC.

  2. Juan Esteves 18/10/2013

    Fantástico trabalho do grande Rógério! Boa Belém!do Pará, e do de Pernambuco!!! Parabéns!!!

Deixe um comentário