Author: Georgia Quintas

Nunca é só lembranças

“O gesto retomado não traz respostas indolentes. Voltar a um lar não é seguro, é, no mínimo, atravessar a imprecisão de um espaço diluído pelo tempo”, Georgia Quintas em seu novo artigo.

Arqueologia de Ficções

Montagem e texto de apresentação da exposição “Arqueologia de Ficções” do fotógrafo Gilvan Barreto com curadoria de Georgia Quintas.

Sentidos segredados

“Naquele dia, houve surpresas, menos pelo que predispunha o tempo, e mais pelo que respirou-se além da janela”, Georgia Quintas no texto realizado para a publicação “A memória e o concreto” do fotógrafo Paulo Batalha.