Klautau e a Sueño

Comentários 3

mariano

Foto: Ubiratam Oliveira | Palestra de Mariano Klautau

luis

Foto: Thiago Biz | Luis Wenstein, Pio Figueiroa e Mariano Klautau

A palestra “Miguel Rio Branco: A tensão das imagens” com Mariano Klautau (PA) foi uma aula. Ele se debruçou sobre dois livros de Rio Branco: Nakta (1996) e Silent Book (1998), lendo um paper com um texto impecável e envolvente. Porém, o tempo e dinâmica da leitura num festival de fotografia (com um espaço que não ajuda) fica meio distraído para o público.

Mas, no final, a sensação é de satisfação pela qualidade do que se ouviu. Quem sabe, um misto de leitura com uma conversa seja mais envolvente. Agora é esperar que o Paraty em Foco consiga reunir Mariano com Miguel Rio Branco, como foi levantado por Iatã Cannabrava.

Depois, a mesa sobre “Fotografia Chilena Contemporânea” e o lançamento da revista Sueño de la Razón com Luis Wenstein (Chile) e Pio Figueiroa (Cia de Foto) foi um belo encerramento de festival. Luis foi uma das minhas grandes alegrias deste FestFotoPoa. Grande figura e uma pessoa extremamente simpática, Luis nos mostrou um pouco os autores chilenos e a produção contemporânea.

No lançamento da Sueño, Luis e Pio (do conselho editorial da revista) apresentaram a primeira edição da publicação que tem o mérito de ser uma vitrine da produção fotográfica e o pensamento crítico sul-americano . A Sueño é feita e pensada por nove pessoas que formam o conselho editorial e se encontraram no último Fórum Latino-Americano de Fotografia (2007). São cabeças de países diferentes e que trazem ideias bem distintas, formando uma revista muito interessante que já se torna uma referência por estas bandas de cá. Ela é realizada pela Centro Cultural Simón I. Patiño, da Bolívia, que já garantiu dez números semestrais.

Coloco o PDF da revista aqui: sueno-de-la-razon

Comentários 3

  1. Cristianne de Sá 25/04/2010

    Que ótimo o PDF da revista por aqui!Vou ler cuidadosamente. Acho para comprar em Minas?

  2. Essa palestra foi surpreendente. O aprofundamento na obra de Rio Branco impressionou mesmo. Pra ser melhor só faltou o analisado estar lá para debater com o analisador. Grande trabalho do FestFotoPoa. Grande trabalho de cobertura, idem.

    Sucessos por ai, Alexandre!

Deixe um comentário